Menu
foto do usuário
Política de uso e de privacidade

O tagarelas.chat é um serviço de bate-papo mantido pelo grupo ComunicaTEC, sobre a coordenação do professor Mariano Pimentel da Unirio. Nosso objetivo é prover um sistema de bate-papo gratuito e de qualidade para fins educacionais e utilizar esse ambiente como ambiente de apoio a nossas pesquisas relacionadas a sistemas de comunicação para a Educação Online.

O tagarelas.chat não divulga nenhum dado particular de seus participantes. Porém, reserva-se no direito de utilizar os dados de gerados a partir do uso do serviço e de perfis de usuário de forma anonimizada sempre preservando a identidade de todos os participantes, exceto em casos onde o participante manifeste explicitamente seu apoio a pesquisa permitindo que os dados sejam utilizados na íntegra. Os dados obtidos a partir do uso do sistema serão utilizados para pesquisa científica conduzida pelo grupo ComunicaTEC com o objetivo de produzir conhecimento e aprimorar os sistemas de comunicação utilizados na Educação Online.

Um participante pode possível acessar o sistema de duas formas: fazendo o cadastro diretamente no portal ou utilizando uma conta do Facebook. Os únicos dados armazenados dos participantes são: nome, email, gênero e foto, além das informações geradas no uso do serviço, tais como as mensagens enviadas no serviço de bate-papo. Os dados mencionados anteriormente estão protegidos sobre a política de privacidade citada no item anterior, garantindo que todos os dados utilizados em pesquisas científicas serão anonimizados para preservar a identidade dos participantes.

O tagarelas.chat nem seus colaboradores não se responsabilizam pelo mau uso do serviço. Tal comportamento é totalmente desencorajado e passível de proibição de uso da plataforma

Quem somos Quem somos?

Projeto e equipe

Tutorial

Pesquisa & Desenvolvimento

tagarelas.chat é o resultado de duas décadas de pesquisa e desenvolvimento de sistema de bate-papo para educação. No total, até agora, participaram da nossa equipe de pesquisadores-desenvolvedores: 6 doutorandes, 18 mestrandes e 4 graduandes.

É fazendo que se aprende.

O que é o tagarelas.chat?

O “tagarelas.chat” é o resultado de pesquisas sobre o uso e o desenvolvimento de sistemas de bate-papo projetados especificamente para a Educação.


Esse projeto de pesquisa é coordenado por mim, Mariano Pimentel. Comecei a pesquisar bate-papo na educação em 1999, durante o meu mestrado.Hoje, como professor-doutor, sigo orientando pesquisas e desenvolvimentos nessa área, o que resultou no tagarelas.chat (entrediversas outras produções).


Seguindo a abordagem de Design Science Research, nosso grupo de pesquisadores-desenvolvedores, composto de alunas/os de doutorado, mestrado e graduação, realizamos diversas pesquisa relacionados a bate-papo na educação e desenvolvemos diferentes produtos que influenciaram o atual “tagarelas.chat”, conforme apresentamos a seguir (por ordem cronológica de defesa).


Equipe de pesquisadores-desenvolvedores:


Coordenador: 1999 - Atual

Mariano PIMENTEL

Pesquisa o desenvolvimento e o uso de sistemas de bate-papo para/no contexto educacional. Investiga como os aspectos funcionais e não-funcionais dos sistemas de bate-papo influenciam o comportamento humano, e busca compreender como projetar os sistemas computacionais levando em consideração as características humanas, as práticas sociais de conversa, e a cultura de uso dos sistemas computacionais existentes.

Produtos: tagarelas.chat, Mediated Chat, HiperDiálogo

Textos mais relevantes: Do email ao facebook (livro 2014); Sistemas Colaborativos (web-livro 2011); Modelo DSR... (artigo em revista 2020); R-U-Typing-2-Me? (capítulo de livro 2006); Debati, debati… aprendi?... (artigo WIE2005)

Currículo: http://lattes.cnpq.br/1920411639358905

Doutorando: mar.2020 - Atual; Mestrado: mar.2017 - fev.2020

Fernando Von-Held MEZINI

No doutorado, pesquisa as features dos sistemas de bate-papo e como elas influenciam o comportamento humano, e quais são as features selecionadas por professores e alunos para a configuração do serviço de bate-papo em diferentes situações de aprendizagem. No mestrado, pesquisou a sobrecarga de mensagens (fenômeno que ocorre, no bate-papo, quando uma nova mensagem é publicada enquanto o participante ainda não terminou de ler a mensagem anterior), a noção de turno no bate-papo, e o protocolo de conversação “lê uma mensagem de cada vez, com garantia da posição do turno”.

Produtos: tagarelas.chat e TurnChat (e protocolo computacional que organiza os turnos conversacionais no bate-papo)

Textos mais relevantes: Lê uma mensagem de cada vez, com garantia da posição do turno... (dissertação 2020).

Currículo: http://lattes.cnpq.br/1279000302139489

Doutorando: mar.2020 - Atual; Mestrado: mar.2016 - set.2018

Ricardo Domingos RODRIGUEZ

No doutorado, pesquisa a conversação em aulas online integrando o uso de bate-papo (predominantemente usado pelos alunos) à videoconferência (predominantemente usada pelo professor). No mestrado, pesquisou a mediação docente em bate-papo online assistida computacionalmente (por meio de uma funcionalidade que avisa ao professor quando um aluno não envia mensagens nos últimos minutos, e convida o aluno a interagir mais), enfocando a relação de poder entre professor-aluno mediada pela tecnologia.

Produtos: “Aula-papo”, um serviço integrado ao tagarelas.chat (em desenvolvimento); arquitetura do Rede Social Tagarelas; Mediador OnLine

Textos mais relevantes: Acompanhamento automático de bate-papos... (dissertação 2018); Uma visão das relações de poder professor-alunos através de um artefato... (melhor artigo SBSC2019), Mediação automática de bate-papos síncronos: empoderamento do professor como instrumento de controle? (artigo ABCiber2018).

Currículo: http://lattes.cnpq.br/2988790238203672

Doutoranda: mar.2015 - Atual

Lúcia de Fátima Santos CASTRO

Pesquisa uma abordagem linguística para pensar a implementação de sistemas de bate-papo para o contexto educacional, investigando como as noções de diferentes campos da linguística, principalmente da Análise da Conversação, -- tais como turno, marcadores conversacionais, organização tópica da conversação, critérios de textualidade, coesão e coerência, situação comunicacional etc. --, possibilitam (re)projetar funcionalidades para o meio conversacional bate-papo, e também focar na investigação de como essas funcionalidades modificam os aspectos linguísticos do comportamento humano.

Produtos: colaboração no projeto do serviço de bate-papo do tagarelas.chat

Textos mais relevantes: Uma abordagem linguística para o design de sistemas de bate-papo no contexto educacional (artigo ABCiber2018).

Currículo: http://lattes.cnpq.br/3214471544641554

Doutoranda: mar.2016 - Atual

Vanessa Cristina Martins da Silva FRATTINI

Pesquisa métricas sobre a participação em bate-papo educacional: duração de tempo em que o usuário está presente no papo, total de mensagens enviadas por minuto, produção de mensagens por participante, quantidade de caracteres digitados por participante, quantidade de mensagens respondidas,quantidade de respostas recebidas, entre outras métricas. Sua pesquisa enfoca em compreender quais são as métricas, representadas visualmente, que são mais significativas para apoiar um docente a realizar a mediação da conversação visando a promover a interatividade na conversação.

Produtos: painel da participação nas sessões de bate-papo do tagarelas.chat

Textos mais relevantes: Reportando as sessões de bate-papo no contexto educacional (artigo ABCiber2018).

Currículo: http://lattes.cnpq.br/8647620154776760

Mestrando: mar.2018 - Atual

Rafael França Marques da SILVA

Pesquisa o uso de hashtag como mecanismo para a organização tópica da conversação pelos próprios participantes no bate-papo. Enfoca o uso de hashtag para apoiar o planejamento dos assuntos da conversação (pelo professor), bem como o uso que os alunos fazem dessas etiquetas em tempo de conversação, investigando se ocorrem agrupamentos dinâmicos de participantes em função das hashtags, bem como a legibilidade da conversação quando são selecionadas apenas as mensagens de uma hashtag.

Produtos: telas do tagarelas.chat, e funcionalidade de hashtag no serviço de bate-papo do tagarelas.chat.

Textos mais relevantes: Organização de conversas pelo bate-papo através de hashtags (dissertação 2020, em desenvolvimento).

Currículo: http://lattes.cnpq.br/6520915825830910

Mestranda: mar.2018 - Atual

Carla Vieira BARBOSA

Pesquisa a questão da identidade e sua representação no bate-papo. Enfoca na identificação de perfis de sujeitos em função da performance na conversação do bate-papo, buscando compreender quais são os sentidos e significados que os sujeitos constroem (e negociam com o grupo) sobre determinados rótulos identitários atribuídos algoritmicamente em função das performances.

Produtos: cadastro, representações do participante na conversa, e rótulos identitários sobre a performance na conversação do tagarelas.chat.

Textos mais relevantes: Possibilidades e desafios na criação de identidades líquidas e personas no chat Tagarelas (artigo ABCiber2018).

Currículo:

Mestranda: mar.2020 - Atual

Sara Veiga GOMES

Pesquisa o uso de mensagens em grupo (conversação síncrona e assíncrona) focada em alguma coisa: um texto, um produto, um artefato.

Produtos: “Papo-focal”, um serviço integrado ao tagarelas.chat (em desenvolvimento).

Currículo: http://lattes.cnpq.br/3328863423546692

Ilustradora

Monica LOPES

Ilustradora do canal ilustAqui.

As ilustrações utilizadas no tagarelas.chat foram produzidas por Monica e Pimentel. Algumas das ilustrações foram produzidas especificamente para o tagarelas.chat, outras foram produzidas para os livros Do email ao facebook (2014) e Sistemas Colaborativos (2011) .